Materiais de aquarela: tintas


A aquarela é uma tinta a base de água bem transparente. Existem no mercado inúmeras marcas e encontramos principalmente em três formatos: em pastilha, tubo ou líquida. Acredito que não existe melhor ou pior quando falamos de tintas, e sim, a que encaixa perfeitamente com o projeto que queremos desenvolver.


O processo para pintar pode variar um pouquinho, dependendo do tipo de aquarela, mas também existe a questão da adaptação e com qual nos sentimos mais cômodos trabalhando.

Aquarela em pastilha
É uma das formas mais populares da tinta de aquarela. A pastilha é super econômica, prática, recomendada principalmente para quem está começando a pintar, devido ao seu custo/benefício. A pastilha é uma mistura de pigmento + aglutinante, ao ser trabalhada com água sobre papel, o aglutinante é o responsável por fixar a cor quando a água evapora.


Existem estojos de vários tamanhos e quantidades de godets, a maioria possui espaços para fazer as misturas das cores e alguns inclusive, trazem um pequeno pincel no seu interior. É o meu formato favorito, e foi justamente com um pequeno estojo da Van Gogh Pocket Box com 15 cores que eu comecei a pintar.


Aquarela em tubo
Com este modelo de tinta, é necessário uma paleta ou godet para poder começar a pintar, isso porque é preciso espremer uma quantidade em um recipiente para poder misturar com água e então aplicar no papel. Essa tinta é mais cremosa, sua composição é praticamente a mesma que da aquarela em pastilha, é recomendado para quando vamos pintar uma superfície mais ampla devido ao seu rendimento. Ao mesmo tempo, se não usarmos com cuidado, teremos mais desperdícios com a aquarela em tubo.


Aquarela líquida
Este é o formato de tinta de aquarela mais prático pois ele vem em potinhos já prontos para usar, seja com um conta gotas (que algumas vezes já vem com o frasco) ou diretamente com o pincél. A composição deste formato é diferente das anteriores, e com isso, as cores são bem mais vivas. Atualmente, é o formato que menos uso, pois justamente a sua intensidade me incomoda um pouco.

Vale lembrar, que independente do formato, podemos ir diluindo a tinta, acrescentando mais água se queremos trabalhar com mais transparência, ou então, se queremos mais intensidade da cor, é só utilizar menos água.

E as marcas?
Já provei tanto opções escolares como profissionais, os preços variam bastante e a qualidade dos pigmentos também. Vou enumerar aqui as que mais curto e recomendo (com links):

Aquarela em pastilha:
Winsor & Newton
Kuretake

Aquarela em tubo:
Winsor & Newton
Artix

Aquarela líquida:
Ecoline
Vallejo

Um forte abraço!
Fabi


Leave a comment


Please note, comments must be approved before they are published