Como eu comecei a pintar?


Olá a todos!

Eu ganhei um pequeno estojo de aquarelas. Foi assim que a minha história recomeçou com as artes plásticas.

Sim, esta é uma verdade sincera. Embora seja formada em Artes Visuais, e especialista em Cultura e Criação há muitos anos, nessa época o meu foco artístico era outro.

Vindo de uma infância normal, onde o desenho era apenas um hobby, foi quando entrei na faculdade que comecei a conhecer cada técnica artística, e durante muito tempo estive envolvida entre a escultura e a gravura. Depois disso deixei as artes plásticas de lado e decidi tornar-me bailarina, e fiquei neste mundo até 2017. Sim, a arte é assim para mim, também é emoção, e se eu sinto a necessidade de me expressar numa nova linguagem, tudo bem, que venha esta nova experiência.

Foi apenas há dois anos, no início de 2018, que comecei a estudar a pintura em aquarela. Uma pequena caixa, a Van Gogh Pocket Box com 12 cores e um pincel, me abriram para um mundo de possibilidades.

Primeiro explorei o básico, fiz muitos exercícios para entender como a tinta se comporta com a água e o papel (e estes são temas para outro post); procurei referências no Pinterest e comecei a praticar; vídeos e cursos online também foram uma grande ajuda. E foi no meio deste processo que comecei a abordar a abstracção, e me apaixonei por este novo mundo.

Tudo o que eu pintei no início dessa nova jornada, foi dentro de um pequeno Moleskine. Eu queria dedicar aquele espaço reduzido para explorar e aprender a técnica. Gosto de estabelecer regras para mim mesma, e nesse período, era importante para o meu processo explorar um meio desse tamanho, eu não queria tentar formatos maiores ainda. Pouco antes de preencher todas as páginas deste caderno com inúmeros testes, decidi dar um novo passo, meu lado designer gráfica estava muito curioso para criar algo digitalmente com aqueles elementos. E assim foram surgindo as minhas primeiras composições abstratas.



Inspirada pelos resultados obtidos com o uso de muita água e seguindo a minha intuição ao aplicar a tinta, iniciei a obra Totem Agata. A partir daí, era inevitável desenvolver cada vez mais trabalhos seguindo a mesma linha criativa, e quando me dei conta, minha primeira série estava pronta.

Me diz o que você acha e se deseja saber mais sobre estas obras.

Até breve! :)


Leave a comment


Please note, comments must be approved before they are published